Camuflagem de Estrias e Cicatriz – Tatuagem Estética Reparadora

Stretch marks Camouflage training by Fernanda Jafree
Foto: Fernanda Jaffre pioneira e especialista na técnica de tatuagem estética reparadora

Uma história de Superação: Por Fernanda Jaffre

Olá! Eu sou Fernanda Jaffre e vou contar brevemente como descobri a tatuagem estética reparadora. Na verdade, essa descoberta se deu em um momento que a técnica era ainda pouco difundida. Por isso, poucas pessoas tinham uma real ideia do que se tratava. Isso ocorreu mais precisamente em 2016.

Nessa mesma época, eu pude participar do primeiro curso do mundo voltado para tatuagem estética reparadora. Mas, foi um período bastante delicado, principalmente porque eu estava passando por um processo de divórcio. Só quem já passou por isso sabe como essa situação envolve conflitos, tristezas e mais uma série de sentimentos e incertezas.

Na ocasião, propus para meu ex-marido como negociação o valor equivalente a um ano de pensão. Com esse valor antecipado eu tomei uma decisão extremamente importante e que poderia mudar minha vida. Foi aí que eu decidi investir no curso de camuflagem de estrias e cicatriz. Não foi uma decisão fácil, afinal, eu apostei todas as fichas nessa nova empreitada.

Na verdade, eu não tinha outra opção ou outro plano. Eu sentia que precisava apostar no meu futuro, porque esse também poderia ser o futuro da minha filha. Com apenas 5 anos, ela dependia de mim e, claro, das minhas escolhas. Por isso, eu não podia sequer pensar em falhar ou sentir medo. Era preciso seguir adiante e acreditar que esse sonho não somente era possível como crucial para nossas vidas.

Mulheres sempre são julgadas pelas suas decisões, ainda mais quando vivenciamos a maternidade e toda a sua complexidade. Até mesmo amigos próximos e familiares não concordavam com a minha decisão de investir todo o dinheiro que eu tinha para apostar em algo tão incerto. Afinal, ninguém conhecia o que era tatuagem estética ou que isso poderia proporcionar o sustento da minha filha. E, claro, como acontece com muitas outras mulheres, eu também fui chamada de louca.

Muitas pessoas podem não saber, mas quando uma mulher é julgada como louca é comum que ela comece a duvidar de si mesma e das decisões que está prestes a tomar. E, sim: isso também aconteceu comigo. Mas, toda vez que eu me lembrava da minha filha e de todos os problemas financeiros que estávamos passando, isso me dava mais força para seguir adiante. E, mesmo com medo, eu segui em frente!

No começo foi difícil. Antes mesmo de resolver mudar minha trajetória profissional eu atuava na área administrativa. Então, dá para imaginar o tamanho dessa mudança na minha vida, não é mesmo?

Havia ainda outras questões complicadas nessa fase inicial. Como eu tinha poucos recursos, meu primeiro espaço foi em uma área de comércio popular, então atrair clientes foi um dos primeiros desafios. Mas, foi nesse local que eu tive a oportunidade de desenvolver ainda mais a minha prática e habilidades. A localização me colocou em contato com muitas mulheres com histórias incríveis, então aprender era meu único caminho!

E, com tantas clientes ao meu dispor, finalmente eu montei um portfólio amplo e bastante consistente. Aliás, foi graças a ele que acabei chamando a atenção de muitas pessoas nos Estados Unidos. O resultado? Recebi um inusitado convite para ministrar um primeiro curso em solo americano!

E, novamente, aceitei a oportunidade que estava se abrindo diante de mim. Mantive não somente coragem, mas muita determinação para conduzir meus estudos e pesquisas. Para aprimorar minha prática, fiz mais de 40 modelos. Eu estudava de forma intensiva os diversos tons de pele, cicatrizes, estrias e manchas e, assim, desenvolvi minhas habilidades profissionais. Toda essa disciplina eu mantenho até os dias de hoje!

 

A inspiração é o começo!

Eu aprendi tudo que sei do zero e praticamente sozinha. E, cheguei até aqui sabendo que os erros foram uma espécie de combustível para aprimorar minhas técnicas e a me aperfeiçoar cada vez mais. Mas, nem sempre eu consegui manter esse ponto de vista, isso é algo que faz parte do meu presente.

E, a partir do momento que me senti mais segura nessa jornada, percebi que precisava dar mais um passo. Foi aí que me senti totalmente segura para ensinar essa técnica para outras mulheres. Meu maior objetivo é que cada vez mais mulheres tenham a chance de construir um futuro promissor, não apenas financeiramente e profissionalmente, mas também no âmbito pessoal – na realização! Assim como aconteceu comigo.

Desde então, eu comecei a ministrar cursos no Brasil e internacionalmente e, essa tem sido uma grata e quase inexplicável experiência! Eu pude ministrar o curso de camuflagem de estrias e cicatriz nos Estados Unidos e, isso me proporcionou a chance de virar uma referência mundial nesta técnica. Agora, eu quero dividir essa conquista com outras mulheres para que, em um futuro próximo, elas também possam contar sua história com a mesma paixão que eu.

Fique em contato comigo